Perguntas e respostas sobre asma brônquica

1. O que é Asma Brônquica?
A asma brônquica também chamada de “bronquite alérgica”, é uma doença das vias aéreas pulmonares caracterizada pela obstrução reversível do fluxo aéreo causado pela inflamação crônica dos brônquios e pode ser provocada por diversos fatores.

A asma é uma doença que não tem cura, mas pode ser controlada, permitindo a seus portadores que levem uma vida normal.

2. Quais os principais sintomas?
Nos adultos são: falta de ar, inclusive durante o exercício, tosse e chiado no peito. Sendo piores pela manhã a ao deitar. Nas crianças, o diagnóstico de asma é mais difícil, já que há outras causas para o chiado, principalmente nos bebês. Muitas vezes a tosse pode ser o único sintoma.

3. Quem tem asma?
A asma pode se manifestar em qualquer idade desde o nascimento até a idade adulta. Em geral aparece durante a infância melhorando após a adolescência. É uma doença muito comum e está associada a outros casos de alergia (ex. alergia a medicamentos, alimentos, etc.. ).É o que chamamos de “atopia”, mas não se trata de doença contagiosa.

4. Como eu identifico a crise de asma?
As características da crise variam de pessoa para pessoa, podendo iniciar-se com sintomas leves como tosse e aperto no peito e ir se agravando com chiado, falta de ar, tosse com catarro, mal-estar, dificuldade na realização de atividades cotidianas e acordar durante a noite com sintomas respiratórios.

5. Quais são as causas da crise?
– Mudanças de temperatura;
-Infecção de vias respiratórias, como gripe e sinusite;
-Reação alérgica a outras medicações;
-Aspectos emocionais;
-Exposição ao pó, poluição, fumaça de cigarro, odores fortes, spray, esforço físico exagerado e pêlos de animais.

6. Quais são as características de crise grave de asma?
– Não melhora do quadro apesar do uso do medicamento apropriado;
-Dificuldade para falar, andar ou comer;
-Lábios ou unhas arroxeados;
-Narinas se abrem durante a respiração;
-Pele do pescoço e ao redor das costelas se esticam durante a respiração;
-Batimento cardíaco acelerado;
-Suores frios.

7. Como devo proceder durante uma crise?
O paciente deve identificar as causas e procurar afastá-las e então, iniciar o tratamento para crises que seu médico orientou. A pessoa não deve subestimar a crise, mesmo que os sintomas sejam leves, para evitar a piora do quadro.

Quanto maior o número de crises, maior a irritação do pulmão e assim, mesmo estímulos menores desencadearão novas crises. É importante manter a calma nessas ocasiões, uma vez que ficou provado a importância do fator emocional na crise da asma. Deve-se contatar o médico para receber orientação adequada.

8. O que são as “bombinhas” ?
“Bombinha” é maneira popular de chamar os medicamentos para asma brônquica na forma inalatória oral. Há vários tipos de inaladores, a maioria em sprays e alguns em pó seco. É atualmente considerada a forma preferencial do tratamento da asma brônquica, por que quando o medicamento é inalado, vai diretamente para os pulmões e há menor risco de efeitos colaterais no restante do organismo.

Esta forma é usada tanto para os medicamentos para crises como para os de uso preventivo, não havendo riscos de “viciar” ou “fazer” mal para o coração.

9. Por que devo me preocupar com o ambiente para o asmático?
Porque é principalmente no ambiente onde habita que ele estará mais exposto aos agentes causadores dos sintomas asmáticos. O quarto é o principal foco de atenção, já que é o local onde o asmático passa a maior parte de seu dia.

10. O que são ácaros?
São organismos microscópicos que se alimentam de descamação da pele humana, de pêlos de animais e também do mofo. Habitam locais onde há acúmulo de poeira como: colchões e travesseiros, carpetes, bichos de pelúcia, estantes, papéis e até animais de pêlo. Os ácaros e seus excrementos são os maiores agentes causadores de alergias respiratórias.

11. Exercício faz bem?
A prática de esportes é importante no tratamento da asma brônquica, tanto em favorecer uma melhor capacidade respiratória, como também, no aspecto psicológico e social do portador de asma brônquica.